O Voadeira Estradeira nasceu um blog sobre viagens (período incrível!). Depois se tornou um breve diário pré-casório e agora está migrando de tema de novo... sobre meus novos projetos literários, e também algo sobre ser mamãe pela primeira vez, sem desprezar as futuras viagens, claro! Muito confuso? Talvez, mas esse é o blog de alguém que escreve, jornalista de formação, atriz de teatro e escritora para o resto da vida. Seja muito bem vindo!

sábado, 30 de outubro de 2010

Céu do Deserto


Deserto


Vista da Cidade Antiga - Jerusalém


Rio Jordão





O rio Jordão... Aqui o povo de Deus atravessou para chegar na Terra Prometida e depois de algum tempo foi o local onde Jesus foi batizado. Hoje, o rio é visitado por cristãos do mundo inteiro. Tive a oportunidade de ver coreanos e americanos serem batizados ao mesmo tempo, cada um em seu idioma. "Toda língua confessará que Jesus Cristo é o Senhor". Ali, já aconteceu.


Lugares de Israel


Passamos pela região da Galiléia e conhecemos o local onde Jesus pregou o Sermão do Monte, Tabgha, onde aconteceu o milagre da multiplicação dos pães e peixes, na Antiga Sinagoga que Jesus frequentava em Cafarnaum, no local onde Maria recebeu o anjo do Senhor que disse que ela seria mãe de Jesus na terra. Também conheci Safed, a cidade mística da Cabala dos judeus. Percorremos as principais cidades do país: Tel Aviv, Haifa, Tiberíades e Jerusalém. Quase na fronteira entre a Síria e o Líbano dormimos em um Kibutz, colônia agrícola socialista criada pelos judeus. Segue imagem de uma sinagoga e da primeira igreja cristã da história, a casa de Pedro.
.

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Dia longo em Israel

Bem, estou postando coisas que já passaram e as que consigo diariamente. Hoje, dia 20, foi bem longo. Partimos de Tel Aviv logo cedo rumo a Galiléia. Paramos em Cesaréia, cidade muito importante na antiguidade e contemporanea de Jesus. Vimos um dos palácios de Herodes, na verdade, cheguei a pisar em suas ruínas. E também a casa dele, que tinha saída por Mediterrâneo azulzinho e uma piscina do lado de dentro . Próximo desse palácio ainda há um lindo teatro romano, um outro local que foi usado para corrida de cavalos e depois para matança de cristãos e judeus (que eram comidos por leões) e as ruínas do porto que já foi extremamente importante para Israel. Seguindo a trilha passamos no local onde o profeta Elias subiu as céus e foi levado em uma carruagem de fogo (hoje é uma igreja). Visitamos um jardim Bahai, a coisa mais linda, na cidade de Hafa. Ainda na estrada entramos em Acre, um antigo povoado que foi cercado por muralhas bem a beira do Mediterrâneo, esse local tem uns 2300 anos e ficava na rota do comercio antigo, lá visitamos uma hospedaria de caravanas de mercadores que vinham do Oriente com seda, ouro e especiarias. Depois chegamos em Nazaré e vimos a casa de Maria, o local onde aconteceu a Anunciação, e a carpintaria de José e uma cozinha que provavelmente foi de Maria, todos esses lugares se transformaram em lindas igrejas. Nazaré era uma periferia da Galiléia, local muito simples. Um calor intenso, mais de 30 graus, sol ardente. Depois partimos para um Kibbutz que tambem é hotel. Sobre isso falo amanhã.

Alexandria - Egito

Depois da aventura do balão partimos para Alexandria. Cidade antiga, banhada pelo Mediterraneo. É um lugar bem pitoresco com centenas de prédios antigos, velhos mesmo... São patrimônio da humanidade, mas acho que precisavam de uma reforminha....rs
Bem, o peixe de lá é muito bom, bem fresco, o mercado deles é famoso por isso. Visitamos a Biblioteca de Alexandria, uma das mais famosas do mundo, que foi destruída na época da Cleópatra, depois foi queimada e agora foi reconstruída a beira mar. É um prédio lindo, moderno e cheio de luz solar lá dentro. Tem mais de 1 milhão de livros, tem tecnologia acústica para ela ser visitada sem que os leitores percebam o barulho, tem muitas exposições permanentes e centenas de jovens estudantes que fazem suas pesquisas por lá.



Depois fomos de carro para Santa Catalina, no Sinai. No caminho paramos pra conhecer o local onde Moisés viveu 40 anos pastoreando os animais do sogro. Uma comunidade de mulheres do deserto vendem artesanato ali, mas não deixam serem fotografadas. O local é um sitio arqueológico muito rico, em breve eles vão começar mais escavações.



Notícias do Egito (apesar de já estar em Israel)








Bem, como fiquei muito tempo sem net e com o tempo curto agora vou postar umas coisas bem legais do Egito. Um sonho meu foi realizado: Voei de BALÃO!!! (igual ao seu Frederico, o medroso!).


Saímos bem cedo, precisamente às 3h da manhã. É lindo ver tudo de cima bem devagar. Vi o sol nascer lá do alto no meio de um monte de outros balões. Alguém disse uma vez que voar de balão é como estar em uma bolha de sabão... Acho que é mais ou menos isso mesmo. Segue imagens.... Obrigada meu Deus, o Senhor é muito bom. Daqui a pouco mais notícias.


Tel Aviv - Israel

Cidade bonita, desenvolvida e super moderna. Fui a um mercado popular, conhecemos a parte antiga da cidade, que e bem linda margeada pelo Mediterraneo. Hoje partimos para a Galileia. Assim que possivel envio imagens. Tem tantas! Tenho que ir.

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Monte Sinai











Não deu pra atualizar antes porque estava no rio Nilo em movimento e a internet era muito ruim. Depois tivemos dias corridos e cansativos, acordando muito cedo e sem acesso rápido. Bem, tem muita coisa pra contar do Egito, mas depois eu conto.
Nossa última parada no país foi em Santa Catarina, local onde fica o Monte Sinai, e onde Moisés recebeu de Deus as Tábuas da Lei. É um lugar incrível, pura rocha e majestoso. É muito visitado porque é importante para cristãos e judeus e também é citado no Alcorão. Já viu, né? Gente que não acaba mais. Nem imaginava o que iria encontrar. Saímos de Alexandria, litoral, seguimos para o Cairo e cortamos parte do deserto até a região do Sinai. Santa Catarina fica nos pés do monte. Nem imaginava o que iria encontrar. Hoje acordamos a 1h da manhã e pegamos a trilha da subia (3 km pedregulhos acima) - São 4 horas de subida para ver o sol nascer lá de cima. Nós e centenas de turistas do mundo inteiro. Parece uma torre de Babel, mas tinha um montão de brasileiros. A descida dura 1h30 e confesso que é pior que a subida. Vc tem que ter cuidado para não escorregar nos pedregulhos secos e ainda tem que desviar dos camelos que seguem pelo mesmo caminho carregando quem não quer andar. É realmente difícil. Mas valeu a pena.
Depois seguimos sem pausa para a fronteira com Israel por terra. Depois mando fotos e conto mais. Espero que alguém leia.

terça-feira, 12 de outubro de 2010

Notícias do lado de cá do mundo



Dia 11 de outubro, no Brasil é feriadão. Em Roma é segunda-feira brava e chove...

A Itália abriu meu apetite, como a comida é boa! O capuccino é maravilhoso, pães, croasants, queijos, frios, massas... Tudo o que eu mais gosto. Comi tanto! A cidade está cheia, a chuva parou e fomos pra rua. Muçulmanos, religiosos católicos, mochileiros, gente do mundo inteiro se trombando pelas ruas e praças da cidade. Dia delicioso em Roma, que vai continuar no final da viagem.

Às 19h Aeroporto Leonardo da Vinci para o voo da Alitalia rumo a Cairo, Egito, África. A-fri-ca! Estou aqui... Bem, o voo estava lotado de gente e de malas que quase entupiram o avião. O mundo todo está viajando - é gente em trânsito o tempo todo indo para todos os lugares. São quase quatro horas de voo. O Aeroporto é bonito, novo, grande e bem iluminado. O hotel também é lindão e tem uma sacada com vista para o rio Nilo, desculpa aí..rsss. O país é 80% muçulmano e hoje tem cerca de 2 mil mesquitas. Do trajeto entre o Aeroporto e o hotel vi mais de cinco delas. Cairo é uma cidade grande e tem cor de terra. Todos os prédios, as construções, tudo lembra areia. O Nilo corta a cidade, é azul bem escuro. O céu é todo azul também. O trânsito é agitado, confuso e barulhento, também não arriscaria a dirigir por aqui.

As pirâmides! Existem 107 delas no Egito. Hoje vi três . O que mais surpreendeu é que elas não ficam no meio do deserto afastada de tudo e de todos, não!!! Estão dentro da cidade. Há pessoas que moram com a vista pra elas. Há prédios, avenidas, construções... Incrível. Como essa época do ano não faz 50 graus na sombra, o Egito está cheio de gente do mundo todinho. No Museu do Cairo vi o que sobrou por aqui dos tesouros encontrados que não foram levados pra Europa, como algumas múmias e várias jóais e objetos dos faraós. A noite fomos em um típico bazar oriental. Vende-se de tudo tudo tudo. As ruazinhas são bem apertadas e típicas dos mercados árabes. Tanta coisa linda! Achei um derbak de madeira e madre pérola (que consegui barganhar com o vendedor) e que saiu por 30 reais. A prata é bem boa e não muita cara. Muita coisa pra ver de uma vez só. Bem, por hoje é só pq amanhã acordo às 4h30.